Descubra as novidades do YouTube e como elas podem ajudar o seu negócio

A plataforma de vídeo mais famosa e importante da internet está sempre se atualizando e, recentemente, passou por mudanças, por isso, viemos falar um pouco mais sobre as novidades do YouTube. Também iremos abordar como ela pode se tornar uma excelente aliada das marcas que pretendem apostar nos vídeos como estratégia de comunicação digital.

Mas, antes de entrar nas novidades e nas estratégias que o YouTube tem para oferecer aos usuários e, principalmente, àqueles que desejam usá-lo como ferramenta de negócio, vamos contar um pouquinho sobre a trajetória do site de compartilhamento de vídeos. Acompanhe!

Youtube: a plataforma de vídeo mais importante

É praticamente impossível que uma pessoa que tenha acesso à internet, não conheça o YouTube, a plataforma de compartilhamento de vídeos mais famosa do mundo. O público da plataforma é um dos mais abrangentes, desde crianças, que assistem aos vídeos de desenhos, até a terceira idade, que usa a rede para seguir receitas, fazer exercícios e até assistir missas e cultos de igreja. Criado em 2005 por Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, o site permite o compartilhamento de vídeos e interações entre os usuários por meio de comentários. O sucesso foi tanto que, em 2006, o Google adquiriu a plataforma. Assim, ela se tornou a maior rede de vídeos disponível até hoje na web.

No Brasil, a chegada aconteceu em 2007, já com as configurações em português e, no mesmo ano, seguiu para a Europa e o Japão. Mas, de lá para cá muita coisa mudou, até mesmo o CEO. Hoje em dia, quem está à frente da plataforma é uma mulher, a executiva Susan Wojcicki, uma das figuras mais importantes do universo da publicidade. Recentemente, ela anunciou quais serão as prioridades da plataforma para 2021. E pegando carona na carta de Wojcicki, confira as novidades do YouTube para os próximos tempos.

Novidades no YouTube: 1 – Stories

Esse recurso já é bem conhecido em outras redes sociais. Começou com o Snapchat, chegou ao Instagram, Facebook, WhatsApp e, hoje em dia, até mesmo o LinkedIn compartilha pequenas histórias entre os usuários. Agora é a vez da plataforma de vídeos receber este recurso: o YouTube Stories. Ele é exclusivo para dispositivos móveis e tem a função de aproximar ainda mais os inscritos dos canais com ferramentas como: enquetes, fotos com adesivos, Gifs, além de textos e edições rápidas de vídeos. Apesar de bem parecido com os stories de outras plataformas, com esse recurso, o YouTube quer se destacar e mostrar que é, de fato, a plataforma especialista em vídeos.

Um dos grandes diferenciais do Youtube Stories está na duração dos posts. Eles ficam por até 7 dias no ar e não somente 24 horas como em outras redes como Facebook e Instagram. Outra diferença está na permissão para fazer postagens. De acordo com o próprio YouTube, somente canais com mais de 10.000 seguidores poderão acessar os Stories e realizar postagens.

Como usar o YouTube Stories nas estratégias de uma empresa?

Os conteúdos em vídeo têm performances melhores do que os conteúdos escritos, por exemplo, o que é um excelente benefício, porém, não é o único, já que é possível encontrar outras possibilidades que se unem ao marketing e se mostram excelentes para as empresas atuarem no meio digital. Confira como o YouTube Stories pode ajudar:

  • Aproximação com os seguidores do canal: essa é uma das grandes vantagens. Esse tipo de relacionamento proporciona uma boa experiência para o usuário, e umas das características fortes dos Stories, seja no YouTube ou em qualquer outra plataforma, é essa proximidade e o ar mais “real life” que as pessoas têm buscado nos ambientes digitais, principalmente quando se tratam de marcas e compras;
  • Por trás das câmeras: e por falar em apresentar mais a realidade, os stories permitem esse tipo de conteúdo com mais frequência, o que ajuda para que o engajamento aumente. Vale pensar em conteúdos que mostrem o dia a dia da empresa, momentos especiais e/ou divertidos que, dificilmente, seriam mostrados nos vídeos do canal.

Novidades no YouTube: 2 – Fechamento do YouTube Space

E as novidades do YouTube não param. Quem é usuário assíduo da plataforma sabe que ela contava com espaços físicos em sete lugares diferentes do mundo, como Los Angeles, Berlim, Tóquio, Nova York, Paris, Londres e Rio de Janeiro. Nesses locais eram feitos eventos, treinamentos para criadores de conteúdo e marcas, além de estúdios colaborativos para diversas atividades. No entanto, por conta da pandemia da Covid-19, todos esses espaços fecharam. De acordo com Robert Kyncl, Chief Business Officer do YouTube, não vão reabrir. Mas existe um lado positivo nessa notícia de fechamento. Em 2020, os eventos online conseguiram atingir mais de 70 mil pessoas em 145 países. Portanto, a ideia é a concentração em soluções híbridas que façam a mistura do digital e do offline.

Essa é uma oportunidade bem interessante para as marcas ficarem cada vez mais atentas aos eventos online, como as lives. Aqui na Bring Filmes, já demos algumas dicas de como ingressar no universo das transmissões ao vivo para as empresas começarem a se destacar nas redes sociais – além do nosso contato para quem precisar de ajuda nessa empreitada 😉. Como o próprio YouTube analisa a ideia de um “Space Online” ser excelente para alcançar novas regiões e impactar positivamente mais criadores de conteúdo e usuários, vale a pena ficar de olho nesta tendência e entender se ela funciona para o seu estilo de negócio.

Formas de trabalhar com a plataforma

Como vimos, o YouTube é uma plataforma extremamente grande e com diversas possibilidades para os usuários e também para as marcas. De acordo com uma pesquisa do Data Reportal para janeiro de 2020, a cada mês, 2 bilhões de usuários fazem login na plataforma. Todos os dias, o total de horas em vídeos assistidos no YouTube chega a 1 bilhão. Portanto, levar em consideração o trabalho audiovisual é uma ótima estratégia para as diferentes áreas do mercado. Além disso, entender como o YouTube funciona também é necessário para resultados ainda mais expressivos.

Trabalhando com as tags do YouTube

As tags são as palavras ou termos curtos que indicam o assunto, a categoria ou alguns detalhes do vídeo. Com elas, os algoritmos do Google e do YouTube que (ainda) não conseguem assistir aos vídeos, identificam o conteúdo e indicam para os usuários que podem se interessar. Como nas plataformas de textos o SEO é muito importante, na plataforma de vídeo ele também precisa ser bem elaborado. Portanto, pense em uma palavra-chave certeira para a tag, mescle long e head tails e sempre tenha em mente o que pode – ou não – agradar o seu público-alvo.

Trabalhando com os anúncios no YouTube

É claro que o objetivo de marketing é o principal meio para dizer se os anúncios no YouTube podem ou não ser uma ideia interessante para a sua empresa. Mas, se você já decidiu que o YouTube é a plataforma em que sua marca precisa estar, existem alguns formatos de anúncios que podem ajudar. Confira três deles:

  • TrueView In-Stream: são os vídeos curtos que aparecem antes, durante ou depois de um vídeo e que o usuário pode pular depois dos primeiros cinco segundos;
  • Bumper Ads: são os tipos de vídeos que não permitem o “pulo”, ou seja, o usuário precisa assistir o anúncio completo;
  • TrueView Video Discovery: o vídeo aparece em formato de miniatura ao lado direito da tela, com outros vídeos que têm alguma relação com a busca que foi feita. Diferentemente dos anúncios citados antes, ele precisa do clique do usuário.

Em resumo, as informações deste post só confirmam que o YouTube é uma das plataformas mais eficientes quando o assunto é vídeo. Ela conta com diversas funcionalidades, novidades em relação ao uso e ao marketing e vai muito além de simples exibições de vídeos. É também uma ótima estratégia para as marcas que desejam apostar nesse formato.

Ainda tem alguma dúvida sobre o YouTube? Deixe aqui nos comentários, vamos bater um papo!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados *

Abrir chat
Olá precisa de ajuda?