Psicologia das cores nos filmes: como esse estudo ajuda a contar histórias

Quem já conhece a Bring Filmes sabe que a nossa missão é contar histórias através da produção de vídeos. Então, seguimos na constante busca por melhorias para executar essa função. No entanto, nós sabemos que não basta apenas seguir o passo a passo que vai da elaboração do roteiro à finalização. Para traduzir narrativas em histórias que realmente emocionem os espectadores, é preciso aplicar a ciência. Isso mesmo! Existem várias metodologias e estudos muito eficazes na produção audiovisual. Uma delas, por exemplo, é a psicologia das cores nos filmes. E é sobre ela que vamos falar neste artigo. Continue a leitura para se aprofundar nesse assunto!

O que é psicologia das cores?

Em suma, psicologia das cores é o estudo de como o cérebro humano traduz as cores em emoções. Ou seja, como nós enxergamos cada cor e as transformamos em sensações.

Você já parou para pensar por que o logotipo do Mc Donald’s é tão bem-sucedido – e copiado – entre restaurantes do mundo todo? Um dos grandes motivos de essa marca ter se tornado um símbolo de fast-food é a feliz escolha de suas cores. Nesse sentido, o vermelho estimula o apetite e gera um senso de urgência. Afinal, a ideia do restaurante é que seus clientes entrem, comam e saiam rápido. Por outro lado, o amarelo é associado ao otimismo. Lembram do slogan “amo muito tudo isso”? Se existe algo mais otimista do que isso eu desconheço! 😊 Além disso, essas duas cores lembram os famosos condimentos usados nos lanches da rede: ketchup e mostarda. Não sei quanto a você, mas por aqui sentimos fome só em escrever este texto! 😋

A psicologia das cores nos filmes

Enfim, assim como o exemplo do Méqui, existem muitas outras marcas que utilizam as cores a favor de sua imagem. E, além do branding, também aplica-se a psicologia das cores no cinema, sabia? Seja através da iluminação de cena, do figurino dos personagens ou dos cenários, as cores estão sempre presentes nos filmes. Mas, a escolha das tonalidades de uma obra cinematográfica é feita de forma muito mais estratégica do que se imagina.

De acordo com Patti Bellantoni, autora do livro “If It’s Purple, Someone’s Gonna Die” (“Se é Roxo, Alguém vai Morrer”), cada cor tem um significado a ser explorado no audiovisual. Além disso, a escritora também sistematiza essas cores em tons diferentes, cujas sensações também variam. Segundo Bellantoni, o azul, por exemplo, é uma cor que pode variar de oito a oitenta as emoções que transmite. Por exemplo, quando utilizado em um tom mais escuro, geralmente passa a sensação de acolhimento. Por outro lado, à medida que sua tonalidade vai clareando, a cor pode transmitir frieza. O mesmo acontece com o verde, que vai de “vida” a “veneno” em poucos tons.

Infográfico com de psicologia das cores nos filmes, segundo o livro “If It’s Purple, Someone’s Gonna Die”, de Patti Bellantoni.

Exemplos de psicologia das cores nos filmes

Agora você já sabe de onde vem o arrepio na espinha quando assiste àquela cena de terror. Ou então o sacudir dos lábios e o nó na garganta provocados pelo filme romântico. Pois é, as sensações que o cinema gera nos espectadores provêm de um conjunto de técnicas e, como aprendemos aqui, a escolha estratégica das cores é uma delas. Em seguida, confira um belo exemplo de aplicação da psicologia das cores nos filmes.

As cores de Moonlight: Sob a Luz do Luar

Muitos já assistiram a este ganhador do Oscar de melhor filme de 2017, mas poucos conhecem a história por trás de sua fotografia. A produção conta com roteiro adaptado da peça teatral “In Moonlight Black Boys Look Blue” (“Sob a Luz do Luar Meninos Negros Parecem Tristes”). O filme conta a história de um jovem negro que passa por uma trajetória de autoconhecimento.

Narrada desde a infância, passando pelo bullying que sofria na adolescência e problemas da vida adulta, a história de Chiron é, em geral, solitária e triste. Bem como já vimos no tópico anterior, certas tonalidades de azul remetem a melancolia e introspecção, características bem comuns ao personagem. Além disso, o próprio nome da peça que serviu de inspiração para a obra carrega essa cor. Afinal, a palavra “blue” pode ser traduzida do inglês como “tristeza” ou “azul”.

Capa e cenas do filme Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016).

Mais cores da paleta

Como resultado, o filme ganhou uma paleta de cores que leva muito azul em sua composição. Mas, apesar de bastante azulada, a fotografia de Moonlight não é monocromática. Em seguida, veja a análise da psicologia das cores no filme, segundo o Instituto de Cinema:   

Branco: utilizado nas camisas brancas do figurino de Little Chiron, a fim de representar a pureza e inocência do protagonista enquanto criança.

Amarelo: na adolescência, Chiron veste roupas com detalhes amarelos, bem como a colorização das cenas pendem para esse tom. A ideia aqui é representar a confusão e a insegurança do personagem.

Cena do filme Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016).

Verde e rosa: combinação cromática que tornou icônica a cena da briga entre Chiron e sua mãe. O contraste entre essas duas cores complementares foi proposital para indicar um conflito.

Vermelho: é usado na obra para simbolizar perigo. Pode-se observar essa cor no vestido da mãe na cena citada anteriormente. Além disso, o personagem Terrell, que atormenta Chiron desde a infância, carrega vermelho em sua mochila e roupas. Por fim, a cor também está presente na cena da cafeteria em que Chiron leva uma surra.

Cena do filme Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016) e paleta de cores.

Viu só como a psicologia das cores nos filmes é o casamento perfeito entre arte e ciência? Agora, quando estiver assistindo a um filme ou àquela série super envolvente e pintar a cor roxa, já sabe né? Spoiler alert! 😳

Este artigo é importante para perceber o quanto a produção audiovisual pode ser complexa. Afinal, provocar arrepios e arrancar lágrimas de milhares – ou milhões – de pessoas não é missão para qualquer um! Então, se estiver precisando de uma ajudinha para produzir filmes que contam histórias de verdade, conte com a gente!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados *

Abrir chat
Olá precisa de ajuda?