Filmagens aéreas: conheça os segredos dessa técnica

É bem provável que você já tenha visto algum drone voando por aí, afinal, eles são os principais equipamentos de filmagens aéreas, as quais estão cada vez mais em alta. Esse tipo de filmagem – nas alturas – era usado para estudos hidrológicos, para monitoramento de ambientes, como plantações, propriedades privadas, além de operações militares, entre outros. No entanto, as ações de marketing também têm apostado nesse tipo de atividade do audiovisual, a qual tem se mostrado muito importante para produção de materiais que precisam de um toque especial, ou melhor, um toque lá de cima 😉.

Como este tema está em alta – literalmente – e conta com diversas vantagens, viemos falar um pouco mais sobre as filmagens aéreas, as principais vantagens, sanar um pouco da curiosidade de como elas acontecem e qual é o principal instrumento de operação. Vem com a gente?

Por que apostar nas filmagens aéreas?

Com o avanço das tecnologias e o surgimento de equipamentos inovadores nos últimos anos, as produções audiovisuais ficaram ainda mais completas. Mas, além de completas, as filmagens, em especial as aéreas, também passaram a ser mais acessíveis, possibilitando que mais empresas pudessem apostar nessa estratégia. Um dos principais aparatos tecnológicos que permitem a facilidade e o sucesso das gravações são os drones, veículos aéreos controlados remotamente para execução de diferentes tarefas, incluindo as filmagens. E, por se tratar de um equipamento extremamente importante dentro dessa atividade do audiovisual, ele merece um tópico exclusivo. Dá só uma olhada!

Conheça o drone

Original da língua inglesa, drone significa zangão, o que combina muito com o equipamento, pois os sons produzidos lembram os mesmos feitos pelas abelhas. Já em português, o equipamento pode ser classificado como VANT – Veículo Aéreo Não Tripulado, ou VARP – Veículo Aéreo Remotamente Pilotado.

Os primeiros modelos de drones surgiram por volta de 1977, nos Estados Unidos, e eles precisavam ser pilotados por cerca de 30 pessoas. A principal função era auxiliar nas missões militares servindo como alvos aéreos. Desde então, eles já passaram por diversas modificações.

Hoje, no Brasil, podemos ver os drones também sendo usados pelos policiais das forças especiais. As operações de buscas pelo suspeito de assassinato, Lázaro Barbosa, por exemplo, reuniram diversos aparatos tecnológicos e o drone é um dos principais. Desde quando as buscas começaram, em 9 de junho de 2021, foram usados drones com câmera térmica, farol de busca, luz beacon (para melhorar a visualização) e alto-falantes para sinais de alerta.

Mas, indo um pouco além dos trabalhos mais complexos, existem alguns projetos para realização de serviços delivery com drones, por exemplo. Apesar de ainda estarem em fase de estudo, esse tipo de ação tem como principal objetivo facilitar os trabalhos de entrega para reduzir o tempo de espera e deixar as atividades mais ágeis.  

Como podemos ver, trata-se de um equipamento que auxilia em diversas situações, mas, apesar de parecer simples, é preciso alguns cuidados específicos para pilotar um drone. Em primeiro lugar, existem algumas regras em relação ao uso do equipamento, uma delas é o cadastro do drone e do piloto na ANAC, para garantir que nenhum acidente aconteça durante as gravações. Confira alguns outros cuidados na hora de voar.

Movimentos

Os movimentos feitos com o drone também precisam de muita atenção. Aceleração e freio, por exemplo, precisam ser suaves para uma maior qualidade das imagens. Além disso, nada de comandos bruscos durante a pilotagem para não precisar lidar com os tão indesejados tremores. Por isso, na hora de buscar um piloto de drone, procure um especialista.

Equipe de filmagem

É comum que filmagens aéreas sejam feitas por uma pessoa só, porém, esse não é o indicado para um resultado de sucesso. É fundamental contar com uma equipe para execução da tarefa e acompanhamento da gravação. Piloto de drone, diretor de filmagem, especialistas em iluminação e roteiristas unidos, “jamais serão vencidos!”

Ambiente para filmagens aéreas

Conhecer o ambiente em que as filmagens aéreas irão acontecer é essencial, isso porque, ao saber um pouco mais sobre o espaço, é possível evitar acidentes, colisões ou quedas de drone na água. Além disso, ao dominar o local é possível traçar os melhores caminhos para filmagens, deixando as imagens ainda mais interessantes.

Temos um case em Bring Filmes que demonstra bem esse conhecimento de caminho. Além do supercontrole do drone, o conhecimento do lugar fez com que o equipamento pegasse de forma certeira o take da picape passando pelo rio. Confira:

Clima

Quando surge a pergunta: “qual é o maior inimigo do drone?” muitas pessoas respondem que é a chuva. No entanto, o maior rival do equipamento é o vento. Ele pode causar instabilidade, além de diversos acidentes envolvendo o drone e o ambiente em que as filmagens aéreas estão sendo realizadas. Por isso, uma dica muito importante é sempre checar a previsão do tempo e prestar atenção às condições de vento no local.

Roteiro

Não podemos esquecer do ponto mais importante de uma filmagem, ainda mais quando se trata de filmagens aéreas: o roteiro. Ele impacta de forma direta no resultado da produção. Com ele é possível organizar todos os passos da gravação e não esquecer de nenhum detalhe importante.

Agora que você já sabe a importância das filmagens aéreas e como os resultados podem ficar ainda melhores com os cuidados certos, que tal pensar nessa possibilidade do audiovisual para retratar o seu negócio? Conte com uma boa estratégia e bons profissionais para te ajudar.

A Bring Filmes trabalha com filmagens aéreas, entre outros tipos de gravações, além de boas estratégias de marketing desenvolvidas pela nossa irmã mais velha, a Bring Marketing House. Então, se precisar de vídeos certeiros e que ajudem o seu negócio a deslanchar, conte com a gente!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados *

Abrir chat
Olá precisa de ajuda?