Vídeo vertical: por que ele virou tendência?

Nos últimos tempos, a presença das pessoas na internet, principalmente nas redes sociais, cresceu muito, aumentando também o consumo dos conteúdos audiovisuais, em especial, o vídeo vertical. Mas, você sabe o real motivo desse formato ter se tornado uma verdadeira tendência na web? A gente conta, e ainda te ajudamos com dicas de como fazer uma produção que encanta e que engaja. Mas antes, vamos entender um pouco mais sobre os tipos de vídeos para depois chegar no principal – e mais usado.

Os formatos de vídeos

Divagando pela internet e pelos conteúdos em vídeo, é comum se deparar não só com os formatos na vertical, como também na horizontal. Quem é consumidor assíduo do Instagram e passa horas do dia pulando de story em story já está mais acostumado com os vídeos em pé, ao contrário de quem é superfã do YouTube ou do Vimeo, por exemplo, e gosta de acompanhar os diversos tipos de vídeos que se encontram por lá, já que as duas plataformas foram inspiradas nos formatos de conteúdos que apareciam no cinema e na TV, portanto, nesses espaços o horizontal é mais forte e presente. Além disso, essas filmagens permitem uma melhor percepção de paisagens ou objetos em deslocamento, por exemplo.

No entanto, os conteúdos na vertical fazem mais sucesso nos smartphones, isso por conta das redes sociais, lugar em que os vídeos em pé são mais comuns, além de mais acessados. Outro ponto de destaque para os vídeos verticais é nos casos de selfie ou de filmagens de itens que já se encontram na vertical, como prédios, árvores, entre outros.  

Como o vídeo vertical se tornou o favorito?

Podemos dizer que, com o mundo na palma da mão das pessoas, a influência na forma de consumir os conteúdos também se afeta. Ou seja, grande parte do que se vê pela tela de um celular, se vê na vertical, devido ao formato da tela que na grande maioria, é retangular. Isso acontece porque o celular é o principal meio de acesso à internet no Brasil, de acordo com informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – Tecnologia da Informação e Comunicação (PNAD Contínua TIC). Portanto, quanto mais gente com celular em mãos, mais chances de um vídeo vertical ser assistido.

O empurrão das redes sociais

O boom começou quando os conteúdos foram saindo das telonas horizontais de cinema e TV e passaram para as minitelas verticais dos smartphones. Além disso, a gravação dos vídeos em pé é mais simples e mais rápida também. Como consequência, tivemos o surgimento do Snapchat, a plataforma de vídeos curtos e com duração de 24 horas que foi uma verdadeira febre entre 2014 e 2017. Acompanhando essa moda, houve também a grande ascensão dos Stories no Instagram, que, por outro lado, segue firme até os dias de hoje (estamos em 2021, se você está lendo do futuro, conta para a gente se os Stories ainda estão em alta? 😄).

Fora os Stories, o Instagram também se tornou uma grande referência em vídeos verticais por conta do IGTV. A ferramenta começou em junho de 2018, e permite publicar vídeos de 1 a 15 minutos, isso nas contas comuns. Já no caso das contas verificadas, é possível fazer um upload de até 1 hora. O IGTV também permite o salvamento de lives, as quais podem ficar permanente na aba dele. Outra ferramenta do Instagram que surgiu no ano passado e só possibilita vídeo vertical é o Reels, que são vídeo curtos com vários clipes de até 15 segundos com áudio, efeitos e novas ferramentas de criação.

Outro ponto de destaque são os vídeos gravados no Tik Tok, o aplicativo que virou febre, principalmente entre os adolescentes. Em abril de 2020, por exemplo, alcançou 2 bilhões de downloads em todo o mundo. Os vídeos, assim como os que são gravados no Instagram, também são feitos na vertical. Eles contam com duração de 15 a 60 segundos e têm diversos recursos para edição, como filtros, legendas, trilha sonora e muito mais.

5 dicas para gravar vídeo vertical – e mandar bem!

Como vimos, os vídeos em pé são os favoritos, em especial nas redes sociais. Além disso, a gravação é feita de uma forma simples, mas com detalhes que fazem a diferença. Pensando nisso, separamos 5 dicas de como gravar seus vídeos na vertical e fazer sucesso na internet. Confira:

1- Tripé

A primeira dica para conseguir gravar vídeos na vertical sem grandes problemas com tremores é apostar nos tripés. Seja para uma gravação com câmera de vídeo ou com o próprio celular, já que com ele as imagens saem 100% certeiras. Mas, na falta de um tripé, manter os cotovelos dobrados ao lado do corpo é uma dica boa.

2- Iluminação

Esse é um outro ponto muito importante na hora da gravação. Tenha bastante atenção com a iluminação do ambiente. Se necessário faça alguns ajustes de exposição antes de começar a gravação para impedir os desagradáveis borrões pretos ou clarões. Nos smartphones, ao tocar na tela onde deseja focar, já é possível realizar os ajustes.

3- Alinhamento

É muito importante alinhar os detalhes do vídeo na cena. O foco principal é sempre tentar manter as coisas retas, evitando cortar pés e cabeças de pessoas, animais ou objetos. A dica aqui é imaginar uma linha em cima e outra embaixo, assim, é possível centralizar o item principal dentro desse espaço. Alguns smartphones também oferecem o recurso de grades na câmera, para facilitar o enquadramento.

4- Notificações e sons

Para quem vai realizar as gravações com celular, é importante ter atenção em relação às notificações que chegam no smartphone. Antes de começar a gravar, faça o bloqueio de sons e mensagens para que não atrapalhem as imagens. Por exemplo, colocar o aparelho em modo avião é uma boa opção para momentos de gravação. Também é importante estar em lugares mais silenciosos para que a gravação, tanto com celulares como com câmeras profissionais, não tenha ruídos externos e a edição consiga ser realizada de forma eficiente.

5- Edição

E por falar em edição, é importante criar arquivos nas dimensões certas para uma boa visualização dos vídeos, geralmente vídeo vertical conta com 1080×1920 pixels. Formatos maiores ou menores ficam desfocados ou perdem a qualidade do arquivo.

Mas, como a gente sabe que esse processo é bem mais específico e pode complicar um pouco a vida de quem não é expert em edição, aqui na Bring Filmes a gente conta com profissionais que deixam os vídeos, sejam eles verticais ou horizontais, com a qualidade que te surpreende e te encanta – afinal, esse é o nosso lema: luz, câmera & emoção! Precisa de uma mãozinha? Entre em contato com a gente!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados *

Abrir chat
Olá precisa de ajuda?