Top 5 formatos de vídeos para empresas

O audiovisual é a bola da vez dentro da comunicação, e existem diversos formatos de vídeos que podem ser explorados para trazer resultados realmente bons para uma empresa. Isso porque estudos apontam que em 2023 mais de 80% do tráfego da internet será por meio dos vídeos.

No entanto, para produzir vídeos que realmente engajem e façam o seu negócio deslanchar, é preciso entender sobre o seu público, como atrair a atenção dele e descobrir os melhores lugares para divulgação do conteúdo. Por isso, nós vamos dar uma mãozinha para quem quer descobrir qual tipo de vídeo produzir. Bateu um interesse por aí? Então, continue a leitura e conheça os 5 formatos de vídeos que podem – e vão – dar super certo na estratégia de comunicação da sua empresa.

Como escolher os melhores formatos de vídeos?

Antes de tudo, é preciso entender que o diálogo com público pode acontecer a partir de variadas narrativas. Uma mesma estratégia pode contar com diversos vídeos para os momentos diferentes que a empresa quer apresentar. Vídeos institucionais, vídeos para eventos, para as redes sociais, ou então para circulação interna, são alguns dos tipos que podem existir em uma estratégia de marketing.

Um bom planejamento é o melhor aliado na hora de escolher os formatos de vídeos, pois ele ajuda a entender o que o público pode ou não gostar, em que momento apostar nos vídeos e muito mais. Pensando nisso, separamos alguns tipos de vídeos que podem ser úteis no seu negócio. Confira!

1. Cases de sucesso ou vídeo case

Você, como consumidor, quando vai contratar os serviços de uma empresa é do tipo que busca mais informações sobre ela? Se sim, então, saiba que os cases de sucesso, também conhecidos como vídeo case, são conteúdos audiovisuais com os trabalhos mais bem sucedidos da empresa. Eles também são ótimos para a credibilidade da companhia e o principal meio de convencer os clientes a fechar um negócio.

Os cases de sucesso são o resultado final e completo de um trabalho; por isso, o vídeo pode conter depoimentos de pessoas contando sobre a jornada até encontrar a empresa e como obteve o sucesso ao contratar os serviços, além de mostrar um pouco do processo de execução do projeto.

Ótimos para as redes sociais, esse tipo de vídeo tem a vantagem de engajar o público por conta da humanidade que eles transmitem e da conexão que um cliente consegue ter com o outro ao assistir um vídeo que proporcionou bons resultados.

Aqui na Bring Filmes, a gente conta com alguns cases de sucesso. A produção para Dorflex, por exemplo, mostra momentos de criação do Motion Graphic e takes curtos do projeto completo – que você pode dar uma espiadinha aqui.

2. Motion Graphic

Já que citamos um exemplo de Motion Graphic no tópico anterior, vamos falar um pouco mais sobre esse formato de vídeo que tem sido um verdadeiro sucesso nos últimos tempos.

O Motion Graphic consegue unir cores, ícones, imagens e textos que dão vida ao design gráfico por meio da animação. Além disso, é possível incluir a identidade, cores, logos e personalidade do cliente em cada produção. Ele pode ser usado em diversos objetivos, desde conteúdo para as redes sociais, vídeos publicitários, treinamentos internos, para o lançamento de produtos, institucionais e muito mais. Aqui na Bring Filmes, por exemplo, usamos o talento de um dos nossos designers para incluir ilustrações autorais em nossas peças, o que promove um toque todo especial às produções da casa.

Uma das grandes vantagens do Motion Graphic é o investimento menor em relação a outros tipos de vídeos já que não há necessidade de locação de espaço para gravação, captação ou compra de imagens em bancos. Uma ótima opção para quem não tem muito budget disponível para produzir um vídeo. Além disso, ele pode dar um toque diferenciado para a mensagem que empresa deseja passar para o público, uma vez que as animações contam com uma dinâmica única.

3. Captação

A captação é uma técnica de vídeo que conta com elementos a mais do que o Motion Graphic, por exemplo. Para que ela aconteça, é preciso contar com uma equipe de filmagem, equipamentos de imagem, iluminação, som e o que mais for necessário e, dependendo do tipo de captação, até atores fazem parte do processo.

A captação acontece em algumas etapas. Primeiramente, a equipe chega ao local da gravação e faz o reconhecimento do espaço, seja ele interno ou externo. Em seguida são feitos os ajustes nos equipamentos, nas luzes e microfones, tudo para que as imagens possam ser feitas com a melhor qualidade. Depois disso, é feita a gravação. Ao final, as imagens captadas vão para os editores, responsáveis pela edição das imagens brutas e pela finalização do vídeo. É possível que a captação faça parte de vídeos institucionais, propagandas, depoimentos, comerciais etc. Ou seja, boa parte dos conteúdos audiovisuais, quando pedem um planejamento mais elaborado tem a captação das imagens como aliada.

4. Top 10

O vídeo no formato Top 10 reúne dicas que ajudam – e muito! – na comunicação e no engajamento, já que é um conteúdo que faz muito sucesso nas redes sociais com compartilhamentos, comentários e muito mais. Se você tem uma loja de roupas sustentáveis, por exemplo, por que não apostar em um “Top 10 motivos para você considerar o algodão orgânico nas suas roupas”? Além de ser um vídeo descontraído, ele é informativo e nas buscas orgânicas do Google tem bons resultados, outra ótima vantagem. Por isso, vale a pena investir nesse formato de vídeo.

5. Lives

As lives são conteúdos feitos ao vivo e sem edições nas redes sociais como Instagram, Facebook e YouTube, por exemplo. Ela se diferencia dos outros formatos de vídeos por ser mais espontânea e aberta. Pode funcionar como uma roda de conversa, ou então como um tipo de palestra mais descontraída. Além disso, as redes permitem que os usuários enviem perguntas em tempo real, o que garante a interação do público com a marca.

Um representante da empresa pode responder dúvidas do público sobre o negócio ou pode falar sobre o lançamento de algum produto ou serviço. É possível que as transmissões aconteçam em estúdios especializados em gravações, ou então na própria empresa ou casa do colaborador. Vale respeitar o objetivo do vídeo e o público-alvo na hora de fazer a escolha do local e do interlocutor. A principal vantagem da live é a possibilidade de informar em tempo real. Isso promove uma ideia de exclusividade e de proximidade entre empresa e cliente. Outra vantagem é que, hoje em dia, é possível assistir a qualquer dia e horário, já que elas podem ficar gravadas e guardadas nas redes sociais, para que os seguidores assistam depois da transmissão ao vivo.

Os vídeos não são mais o futuro, eles são o agora

Os vídeos são a melhor ferramenta para promover um relacionamento com os clientes. Eles tem mais chances de alcance e visualização do que um texto, por exemplo. Além disso, o tempo que o usuário consegue ficar entretido ao assistir o conteúdo audiovisual é muito maior. Trata-se de uma estratégia de marketing certeira, com promessa de geração de leads e aumento de conversão.

Na hora de escolher o tipo de conteúdo audiovisual que mais encaixa ao objetivo da sua campanha, o principal ponto é ter coerência e entender o perfil do público-alvo, sempre pensando em criar um diálogo compreensível e promover o relacionamento saudável. Vale lembrar que profissionais especializados em vídeos ajudam nos melhores resultados. Você precisa de ajuda? Conte com a Bring Filmes, nós te ajudamos na criação de narrativas audiovisuais que vão brilhar os olhos!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados *

Abrir chat
Olá precisa de ajuda?